Número total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Amor Impossível (Seria?)


....

Ela apenas podia contar consigo própria
Para lutar pelo que queria
E pelo seu amor.
Mas seria ela correspondida?
Coitadinha, sentia-se incompreendida.

...

Aparentava ser normal.
Como todos,
Mirava, sorria,
tentava a sua sorte...
No entanto,
Havia algo de diferente!

Os seus olhos mostravam-se sérios
Aparentando ser grandes sabedores.
Era algo estranho,

Nunca visto antes.
Era algo de circunspecto.

Não!
Ele algo escondia
Ou apenas timidez seria?

Tal coisa atraia-a,
Queria descobrir
Todos os seus segredos,
Todos os seus defeitos...
Percebeu que tudo faria
Para ter o que queria.
Mas algum dia isso aconteceria?

Ela apenas podia contar consigo própria
Para lutar pelo que queria
E pelo seu amor

....

Será que conseguiria?
Só o tempo o determinaria!


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Rotina...

O sorriso é o sonho
Que com o tempo 
Se olvida.

Na memória do ser humano,
O rosto como tantos outros
Desfigura-se e mistura-se
Numa profunda roda viva.

Por muito que passe o tempo
O cheiro permanece,
Fazendo do sonho a realidade.
A realidade não existente!

Basta um olhar
Para tudo voltar
Basta um virar
Para tudo se apagar.

O infinito torna-se finito
A recordação torna-se pó.
E o ser humano sente-se só!


segunda-feira, 30 de julho de 2012

Verdadeira face

Sorri!
Sorri para mim! Não forçadamente.
(Só quero ver e sentir as coisas naturais! Repudio as falsas.)
Sorri de maneira a que todo o teu interior se extraia.
Age de forma a mostrares quem realmente és!
Extrai a tua maneira de ser! Não a que eu conheço, mas aquela que não mostras a ninguem!
Surpreende positivamente os outros, faz com que percebam que estão errados.
Sê tu! Não te percas! Renova-te! Sonha-te! Inveja-te, porque só tu podes ser o que queres!
Esforça-te! E não des azo à imaginação dos outros, que é cruel!
Acima de tudo, sê tu próprio e dá-te uma nova chance de
te conheceres e seres feliz, contigo e com os que te rodeiam!
Acha-te e os outros achar-te-ão!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Ser amigo, ser anjo


Os amigos verdadeiros não gostam nem deixam que os seus fiquem/estejam mal!
Os amigos verdadeiros ouvem, não recriminam, chamam a atenção mas não nos deitam ao chão!
Os amigos verdadeiros não nos tentam influenciar, entendem nos e não nos tentam levar por caminhos sinuosos!
Por isso, eu não sou uma amiga!
Não?
Não, eu sou um anjo!
Sou o anjo da guarda que guarda o corpo e a alma de todos os meus amigos!
Velo por eles, massajo lhes o cabelo mesmo estando invisível para sentirem que estou ali do lado deles a dar lhes todo o apoio necessitado.
Assopro aos seus ouvidos quando não me escutam e/ou se dirigem para caminhos “pouco iluminados” e sinuosos.
No entanto, até um anjo é imperfeito!
O anjo erra,
O anjo chora,
O anjo diz o que não quer dizer em momentos depressivos!
Mas anjo que é anjo quer a bondade, a felicidade, o amor do outro!
Daí eu lutar contra todos os demónios e serpentes de sete cabeças por esse bem tão essencial.
Eu luto por ti e pela tua felicidade, pois sei que um dia perto ou longe, serás muito feliz!

Por isso, não te esqueças!
Olha os sinais!
O toque, o sopro, o cheiro,.. estarei lá para te aconselhar mesmo que não vejas, não me cheires ou não me sintas.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Maioridade

A maioridade chegou!
E com ela
Novas descobertas
E, ao mesmo tempo
Novos desafios
Apareceram!

Uma profunda desilusão
Encheu-me o peito!
Existia sempre aquela expectativa
Da mudança,
Que a minha forma de ser iria mudar...

Mas, via-me a fazer as mesmas coisas...
A pensar da mesma maneira...
Via-me como a mesma pessoa
Que era
Há um ano atrás!
Chegando, por vezes,
A não me lembrar da idade que tinha!
 No entanto, algo mudou
Eu sintia lá no fundo,
Bem no intimo…
Algo diferente!
Embora não soubesse o que!
No entanto de uma coisa eu tenho agora a certeza:
Deixei de tratar com prioridade quem me tratava por opção!

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Jogo

A vida é como um jogo
Onde podemos comandar
Ou ser comandados!

A vida é como um livro
Onde todos nos envolvemos
Positiva ou negativamente
Sem querermos
Ou imaginarmos!
Onde nos relacionamos,
Cruzamos, sofremos
E sonhamos!

A vida é como
Um jogo de xadrez
Onde nós somos
As peças negras e claras
Que têm que
Matar, esfolar,
Devorar, enganar, derrubar...
Tanto as brancas como as pretas!

É a finalidade do jogo!
É a vida humana!

terça-feira, 8 de maio de 2012

C.C.

Caminho pelo Mundo
A procura de novas atrações,
Rústicas paisagens,
Invensões tecnológicas...
Ninguém me acompanha! Sou só! Estou só!
Apenas um nome me acompanha: Carina.

Caminho só, mas levo-te comigo,
Almejo voltar depressa para te rever. Até lá...
Rio das nossas lembranças tolas!
Vejo os nossos momentos passados!
Admiro a tua essência!
Lembro os teus conselhos bastante úteis!
Lembro os teus abraços com saudade e é aí que
Ouço: "Estou aqui! Não estás só! Ter-me-as sempre!"

segunda-feira, 7 de maio de 2012

13 anos

É impressionante como o tempo passa a correr!
Ainda no outro dia (que não foi outro dia) descobri que ia ter um mano e, agora, já estás um completo matulão, prestes a entrar na melhor e pior fase da vida!
Sei que nos chateamos muito, que passamos a vida a dar cabo da cabeça dos familiares mas se assim não fossemos nada seria igual!
Só quero que faças tudo, aproveites tudo até ao ultimo momento e que não te arrependas de nada! Pois, com cada experiencia, irás aprender algo novo e novas formas de sobreviver neste Mundo asfixiante!
A minha vez já chegou e já foi, agora é a tua!
Não te esqueças que, apesar de estarmos constantemente em lutas e de te criticar só quero o teu bem.. seras para sempre o meu irmãozinho que estimo muito!
Muitos parabéns, e que venham muitos mais (que esteja cá eu para ver) <3





quinta-feira, 26 de abril de 2012

Realidade


Por muito que eu diga
Não, não, não!
Eu só quero dizer
Sim, sim, sim!

Por muito que eu te vire a cara
Eu só pretendo mostrar ta
A ti!

Por muito que eu te fuja
Eu só preciso 
Que procures por mim!

Por muito que eu me esconda
Eu só sonho
Que a tua pessoa me encontre!

Por muito que eu não te olhe
Eu só peço
Que olhes para mim!

Por muito que eu não te fale
Eu só anseio
Que a tua pessoa fale para mim!

Por muito que eu te diga que te odeio
Eu só necessito
Que compreendas que te adoro!

Por muito que eu suplique que te vás
Eu só quero
Que voltes e fiques!


Por muito que diga que
Não te amo,
Só quero que entendas
Que te amo
E que te quero
Ao pé de mim!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Sabedor


Olá queridos leitores! Peço desculpa por vos ter feito esperar tanto mas, não me sentia em condições de escrever, com tudo o que se tem passado na minha vida ultimamente!
Este poema foi feito em Fevereiro e, como tal, teria que o colocar aqui mais cedo ou mais tarde!

Espero que gostem..





Tu és o sabedor!

Aquele que conhece
(Melhor dizendo, conhecia)
Os meus anseios e instintos!

Foste tu sabedor!
Que me fizeste encontrar
a mim mesma,
Que despertaste
O que estava adormecido em mim,
E que agora ambiciono
Apagar de vez!

Foste tu, só tu
Que tiveste o prazer de estar comigo
como estiveste...
Tu contente,
Tu satisfeito
Por me teres do teu lado,
Ou será que foi mentira?


Mentira não era o que eu vislumbrava
Nos teus olhos,
No entanto acatei que era.
Mentira não era a expressão,
A luz que os teus olhos emitiam
E que não era apenas eu que via,
Mas o melhor era acreditar que fosse!

Ver-te do meu lado todos os dias,
Enchia o meu peito
De novo ar,
De novo alento,
De novo conhecimento e atitude!
Pena ter durado pouco
(Embora tenha sido fantástico),
Teres-me tirado o que me fazia
Sentir completa.
Mas a vida é assim!
Numa hora dá-nos algo,
N'outra tira nos,
Quando menos esperarmos
Para termos que lidar com a dor,
Aprender e crescer.

Eu desisti,
Do que não tinha mais
Porque lutar!
No momento,
Quero a mudança!
Nada de repetido
(Não quero lembrar-me mais
Do que já me lembro,
De tudo o que contigo vivi)...

No entanto,
Não me sinto completa,
Nem me sentirei!
Jamais a sensação de paz
Voltará a existir,
Porque era contigo,
Meu sabedor,
Meu feiticeiro,
Que tudo mudava!
Com a dor
Aprenderei a viver,
Com alguém ao meu lado,
Talvez melhor que tu!
Mas eu esperei por ti
Muito tempo
Para te ter e perder...

Apesar de tudo,
Foste tu,
És tu,
Serás tu
Meu sabedor!