Número total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Grito


Há um tempo atras prometi
Ser sincera comigo mesma!
Portanto tenho que dizer,
Melhor, gritar
Aos sete ventos
O que estou a sentir!

Quer faça sol,
Chuva ou vento,
Quero que o grito
Chegue a ti!

Não importa a distancia!
Se apenas te chega
Um murmúrio
Ou o grito inteiro.

Precisas saber,
Precisas ouvir,
Precisas perceber,
O que não consigo
Mais guardar,
Esconder!
Eu amo-te com todas as minhas forças!

Não me importa que sejas “puto”
Pouco me interessa
A tua altura,
A tua mentalidade…
Quero-te por seres tu próprio!
Por me teres 
Ensinado a amar,
Por fazeres com que
Acreditasse em mim,
Por me ensinares
A sonhar novamente,
Por teres estado
Quando necessitava…!

De cada vez que te vejo
E como se fosse a 1ª vez!
O meu coração enlouquece!

Ele pula,
Ele abana,
De uma forma
Que quase me mata!

Mas quando te afastas
Ele pára,
Cessa rapidamente
Ficando o vazio, apenas,
Como minha companhia!

Ouve bem:
És o único que me faz feliz!
É por ti! Só por  ti,
Que este pobre coração bate!
Es o meu Sol,
A minha essência,
A minha vida!

Sem ti murcho por dentro
Como as pétalas de uma flor!
Por isso, não posso,
Não quero,
Não abro a mão de ti!
Nunca! <3

domingo, 13 de novembro de 2011

Vazio

Onde estou?
Não reconheço nada nem ninguém
Onde estão todos?

Aqui, tudo é escuro,
Tudo é vazio!
Não vejo nada,
Não alcanço nada.
Estou confusa!


Como vim aqui parar?

Não oiço nada,
Não há ruídos...
Não oiço o vento, 
Não oiço as folhas das árvores,
Não oiço as gaivotas,

Não vejo o azul do céu,
Não vejo o verde dos campos...
Aqui, tudo é cinzento,
Aqui, nada vejo,
Apenas há nevoeiro!

Um vazio me percorre

Sinto-me sozinha!
Eu estou sozinha!

Onde estão?
Não me deixem!
Tenho medo, 
Tanto medo...
Eu não quero ficar aqui!
Mas a culpa é minha!
Não me deveria ter aventurado
Por caminhos que não conhecia,
Não deveria ter confiado
Em pessoas que de pouco sabia!!

Demoram?
Quero descobrir, de novo,
O céu,
O Sol,
Quero voltar a viver!
Por favor, levem-me!
Não quero morrer,
Não sozinha!
Salvem-me!
Não sei onde estou!

Sei que estou em algum lugar
Mas aqui não há nada!
Nem um banco de jardim,
Nem uma árvore
Para me situar!
Tenho medo!
Procurem,
Busquem,
Encontrem-me!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Onde estás?

Ontem, muita água
Sobre a minha cabeça
Caiu!

Tu desapareceste!
Pensei que estivesses na cidade
Mas, de repente dizes-me
Que vais para a metrópole.

Como estás?
O que aconteceu?
Estás vivo?
De ti, nada sei
Desde ontem!

Reparo que constantemente
Olho para o telefone
À espera de um sinal,
Uma prova,
Uma mensagem tua!
Mas esta nunca chega.

Mesmo sabendo
Que nada podes responder,
Mensagens de conforto te envio
Com esperança
Que a minha força,
O meu espírito,
O meu amor...
A ti, chegue!

Mesmo assim
Não deixo de sofrer!
Correu tudo bem?
Tens dores?
Lembraste de mim
Ou esqueceste-me?

Choro por tanto te amar,
Por te querer ver,
Te sentir,
Te cheirar,
Ver que estás bem!
Ver que mesmo não estando contigo
O meu amor chega a ti!

Como teu anjo que sou
Rezo
E Suplico,
Que fiques bem,
Que saudável voltes
Para mim!

Resta-me apenas torcer 
Que o que desejo
Se realize!!
<3

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

O conhecimento da amizade!!



Há quem diga 
Que a amizade
É como uma flor!

Para existirem
Têm de ser estimadas,
Regadas,
Bem guardadas.


Há quem diga
Que a amizade
É um sentimento 
Que todos trazemos!


Pois, eu, penso
Digo
E clamo
Que muitas coisas
Podem acontecer
Para existir
Esta pureza
De sentimento!


Quando te conheci,
Senti apenas ódio.
Quando te conheci,
Apenas sentia tristeza.


Agora,
Depois de tantas coisas,
Que já passamos juntas
Sinto amizade,
Saudade
Felicidade
E paixão.
Obrigada por tudo coração!!
<33<33

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Olhar!

Olhar fixo,
Olhar feroz,
Olhar inequívoco,
Olhar que me fixa
Desde o momento
Em que nos cruzámos.

Olhar radiante,
Olhar profundo,
Olhar em que eu me perco
Vezes sem conta
Sem notar.

Mas que olhar...!
Tão castanho
(melhor dizendo
castanho que não é castanho
mas um castanho cor de mel)
Tão maravilhoso
Tão expressivo
Tão expectativo
Tão sonhador
É algo que nunca vi

Por vezes,
vejo-me a perguntar
Se se encontram curiosos
Face ao que estão a visualizar

Será?
Por vezes é bom sonhar!

Quero,
Preciso 
E necessito
De ver o que significa
para deixar
Os meus temores
E tormentos
De lado
Para sempre!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

O Teatro Para Mim

Para muitos o teatro pode ser apenas uma DIVERSÃO,
Mas para mim NÃO.

É certo que ainda estou longe de ser uma boa actriz,
Mas desde pequena que é a minha paixão!

Como me sinto bem e reconfortada em palco!
É uma sensação única que nem todos podem viver!
É aí que o meu stress desaparece,
É aí que desabafo todas as minhas inquietudes,
É aí que me sinto mais eu do que habitualmente!
É aí que eu sonho, penso e represento!
É aí que eu sinto o conforto;
E sinto que as pessoas gostam de mim
Pelo que sou e pelo o meu trabalho...

Quem me dera mudar o meu temperamento
Para ser uma melhor actriz!
Quem me dera que alguém me dissesse
Que podia ir contra tudo e todos
Para seguir o meu sonho!!!

Mas o Mundo real não é assim!
Muita gente quer acabar com o meu sonho,
Muita gente quer que me renda à infelicidade
Que a minha auto estima vá
Por água abaixo!
Algo não irá acontecer!

Amo quem sou
E acima de tudo
Amo o Teatro
E lutarei por ele
Até às últimas consequências!!!

sábado, 2 de julho de 2011

Formas de amor

Este poema não é meu! Apenas o achei engraçado e decidi postar aqui!


Amor;
É o sentimento mais puro,
Mais belo que existe.

É capaz de mudar uma pessoa por completo,
Porque tudo ao nosso lado se transforma
Quando amamos.

O amor;
Se apresenta de diversas formas,
Diversas faces.
Para ele não existe idade,
Nem obstáculos.

Existem amores que duram,
Uma hora, um dia,
Uma semana, um mês,
Um ano, uma década,
Ou quem sabe,
Uma vida inteira.

Não interessa o quanto dure,
Ou a forma em que se apresente,
Seja ele proibido, ou impossível,
Ou até mesmo possível, não importa.

O amor é sempre o amor.
Que une duas pessoas por um laço
Que pode durar dias, ou por toda a eternidade
Algumas pessoas acreditam
Que cada pessoa tem a sua alma gêmea,
Alguém que o complete.

Pode ser alguém com idéias e objetivos
Semelhantes aos seus,
Ou alguém completamente avessa.
Quem sabe não é aquela pessoa
Que tanto te incomoda?
Aquele garoto que vive
Colando chiclete no seu cabelo,
Ou até mesmo,
Aquela garota que vive te chamando de mané,
Pode ser aquele garoto com aparelho freia burro,
Ou aquela garota quatro olhos, baixinha e gordinha,
Que todos chamam de baleia.

O amor é cego.
Cego aos conceitos de beleza.
O amor tem razões,
Que a própria razão desconhece.

terça-feira, 29 de março de 2011

Amanheceu Para Mim

Obrigada por seres uma apreciadora do meus poemas Thaynaa :D
Como te disse dedico-te este ^^




Ao olhar pelo janela
Vejo, finalmente,
Após muito tempo,
O dia amanhecer!

Cores de preto
E cinzento
Desapareceram
Dando lugar 
Ao azul,
Ao branco
E ao vermelho!

Um sentimento de felicidade
Percorre-me o corpo
como nunca antes senti!

Sinto-me livre!
Estou livre!
Sou livre!

Livre,
para fazer o que quiser!
Livre,
para fazer os outros felizes!
Livre,
para mostrar que todos podemos ser livres!

Finalmente o dia amanheceu!
Como nunca antes foi visto!
O ódio em mim, desapareceu...
O recentimento, desmoronou...
A tristeza? Não voltei eu a ver!

Tudo agora
É cor,
É felicidade,
É belo!
Tudo agora
É verdadeiro,
É sensível,
É formidável!

Tudo porque apareceste
E porque eu te encontrei, finalmente!

segunda-feira, 7 de março de 2011

Lua

Lua! 
Oh, Lua!
Tu, que tão branca és!
Tu, que conservas a negatividade dos Homens
E controlas os nossos actos!
Tu, que muito influencias
As atitudes destes Homens pecadores!
Tu, que consegues controlar
As ondas do mar...
Ondas profundas,
Ondas suaves,
Ondas fortes...
Ondas capazes de alcançar
Tudo e todos.
Ondas que separam
Famílias a fio
com uma simples corrente!
Fazendo com que pessoas
desesperem,
chorem,
reivindiquem daquilo em que acreditam,
se matem 
E, se destruam!

Eu te peço a ti
Gloriosa Lua!
Eu que me considero
Uma verdadeira pecadora,
te peço...
Salva-nos deste terror,
Salva-nos deste Inferno de vida
que nos vai remoendo
até a nossa destruição!

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Que Mundo!!

Todos os dias,
Acordo sem vontade alguma
De sair de casa.

Não porque esteja frio lá fora
Mas, porque da parte de fora das paredes
 Da minha fortaleza,
Do meu abrigo,
Do meu refúgio…
Tudo é diferente,
E distinto.
Tudo é frio,
E indiferente.
Tudo é triste,
E pesaroso.

E ir para a escola
Parece-me tao penoso…

Em casa sinto-me radiante!
Tenho o meu quarto,
As minhas coisas,
E o meu cantinho
Onde sei que me posso refugiar.
E que nada nem ninguém
Se pode intrometer nem me fazer qualquer mal!

Ao invés,
Na escola,
Vejo pessoas que gozam umas com as outras,
Que se humilham,
Que magoam pessoas indefesas
ate obterem o que querem,
Que não se sabem comportar,
Que evitam as outras,
Que se acham superiores
Por terem mais posses,
Ou por serem mais inteligentes..

Sinceramente,
Não era este o mundo
Que queria para mim

Queria que as pessoas se ajudassem,
Se amassem,
Mas principalmente,
Que não se humilhassem!

Será isto pedir muito?
Será egoísmo da minha parte
Pedir um mundo melhor para mim e para os outros?

Penso que não,
Mas se não concordas
Nada posso fazer!
Não pretendo mudar a minha opinião
Sobre os outros
Se os próprios
 não se mudarem a si mesmos!!